quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

FRANCISCO CARLOS GOMES DE OLIVEIRA - EX-VICE-PREFEITO


Um crime de homicídio na manhã de hoje(29/12/2010) por volta das 10;30hs; na estrada do oléo Carnaubais/RN mas precisamente na ponte que da acesso a cidade do Alto do Rodrigues.
Foi vítima o ex-vice-prefeito de Alto do Rodrigues Francisco Carlos Gomes de Oliveira, o mesmo seguia em um veículo tipo Parati de placas MUS 0203 para a cidade acima citada(Alto do Rodrigues). Informações colhidas apontam que um veículo tio Fiesta, de cor preta, com alguns elementos teriam cometido o crime.
Policiais do Alto do Rodrigues juntamente com o GTO de Assu encontra-se no local fazendo o isolamento da área, aguardando os peritos do Itep.
FONTE: COELHO

mais

DR. GENTIL PAIVA DE OLIVEIRA

OS ELEMENTOS WILDEMBERG ALVES DE OLIVEIRA, VULGO "BEGA" E EVARISTO MESQUITA DE FIGUEIREDO, VULGO "TOSTÃO", ASSASSINARAM COM VÁRIOS TIROS DE ARMA DE FOGO, O DR. GENTIL PAIVA DE OLIVEIRA, CRIME ACONTECIDO EM 25 DE MAIO DE 1989, NA CIDADE DE ALEXANDRIA-RN

PREFEITO AGNALDO PEREIRA DA SILVA

07/11/2001 – O prefeito de Caraubas, o capitão médico da Polícia Militar do Rio grande do Norte, Agnaldo Pereira da Silva, natural de Patu-RN, nascido a 25 de março de 1943, filho de Francisco Simão da Silva e de Carlinda Pereira da Silva, e sua esposa, Antonia Gurgel Nóbrega Pereira, conhecida popularmente por Nieta, o segurança Everlândio da Silva, 20 anos, o sargento PM Ronaldo Soares da Silva, 31 anos, e o soldado PM Edílson Pereira da Silva, foram assassinados na RN 117, que liga Mossoró ao município de Caraúbas. Os corpos foram encontrados na manhã de 8 de novembro por populares que passavam pelo local.
O prefeito Aguinaldo Pereira já vinha recebendo ameaças de morte, saiu de Caraúbas com destino a Mossoró por volta das 20 horas. A intenção do prefeito, da mulher, dos policiais militares e o segurança era assistir o jogo da seleção Brasileira contra a Bolívia, em Mossoró. No entanto, quando passaram pelo município de Governador Dix-sept Rosado, um veículo começou a seguir as vítimas.
Na localidade de Lagoa de Pau, cerca de 10 quilômetros da área urbana de Mossoró, outro veículo, com várias pessoas na carroceria teria interceptado o Santana, placa MYD-4307-Mossoró, de propriedade do prefeito Aguinaldo Pereira, que estava sendo conduzido pelo soldado Cláudio Pereira da Silva. O soldado Cláudio teria perdido o controle do Santana, descendo um barranco de aproximadamente 10 metros de altura.
O carro chocou-se de frente contra uma cerca de pilares de concreto e arame farpado. Capotou e jogou fora os três passageiros: o segurança Everlândio, a mulher do prefeito Niêta e o sargento Rafael. Os assassinos teriam deixado seus veículos na RN 117, descido o acostamento e fuzilado o prefeito com dezenas de tiros O Soldado Cláudio que ficouu preso no cinto de segurança, sofreu 15 tiros de diversas parte do corpo. Ficou com a cabeça praticamente esfacelada, em decorrência de um disparo de fuzil calibre 556, na nuca. Os passageiros do Santana foram jogados fora do capotamento. Everlândio foi alvejado com um disparo certeiro na nuca. O sargento Rafael sofreu 3 tiros, sendo todos na nuca. Niêta morreu em decorrência do capotamento.

RADIALISTA JOATAN ARRUDA DE OLIVEIRA

13/10/2003 – O radialista Joatan Arruda de Oliveira, 42 anos, foi morto por volta das 19 horas, com cinco tiros de pistolas 380, desfechados por uma dupla não identificada.
A VÍTIMA foi abordada pela dupla logo após descer de um motataxi que o transportou até a sua residência à Rua Hugolino de Oliveira, no bairro Leandro Bezerra, em Caraúbas. A dupla encapuzada começou a disparar contra o radialista logo após a sua descida da moto sem tempo para a reação.

ANTONINO BENEVIDES

Sargento Aderson em 1966 foi nomeado novo delegado de polícia de Caraúbas, que ao chegar na cidade tornou-se o melhor amigo de Antonino Benevides. Por sua vez Antinino, não fazia por menos e era Deus no céu e Aderson na terra. Aderson, mulher e filhos estavam quase na casa de Antonino e quando Antonino matava um bode ou um carneiro, uma parte era para o amigo Aderson, além do leite do consumo da família, que todo santo dia, Antonino mandava deixar na casa dele. Ma parece que algumas pessoas tinham inveja da amizade dos dois e depois de um bom tempo passaram a levar e trazer mentiras. As pessoas que não gostavam de Antonino sabiam que Aderson era um homem corajoso e que esta era a oportunidade de eliminar Antonino, jogando um contra o outro. No dizer de Deusdete Fernandes, o delegado tinha medo de Antonino e evitava que os boatos mentirosos gerassem algum tipo de conflito entre os dois. Antonino, muito corajoso e ao mesmo tempo muito teimoso, alimentava sem querer, de certa forma, o leva e traz dos fofoqueiros de plantão.
Em Caraúbas, nessa época, não havia ainda o sistema de água encanada e todo o consumo da população da cidade era do açude grande. A preocupação começava pelo meio ano e, a partir do mês de de outubro quando o nível de água no açude baixava a preocupação das pessoas com a qualidade da água aumentava. Caraúbas tinha uma média de 15 ou 20 carroceiros que viviam de botar água nas casas dos que podiam pagar por esses serviços. O preeito José Nicodemos havia determinado que a polícia fiscalizasse o açude para que não deixasse nenhum carroceiro entrasse com as carroças no açude ou ficar muito à beira. Isso por causa dos animais, os burros que puxavam as carroças normalmente, quando entravam na água, bebiam e urinavam ali mesmo. Até que um dia houve o descumprimento da ordem pelo filho mais velho de Antonino, o Ribamar, que dizia que a ordem servia para uns e outros não. Antonino jamais concrodavaria com a atitude e com o mal feito do filho, mas ficou muito revoltado por não ter sido avisado pelo delegado (seu amigo) o que muita gente na cidade já sabia. Isso para ele foi uma traição do Aderson e a partir daquele momento começaram as divergências entre os dois. As pessoas que gostavam de ver o circo pegar fogo, os fofoqueiros de plantão, faziam piadas, comentários e até previsões de como terminaria o enrasco dos dois.
Antonino foi a Natal e pediu ao Monsehor Walfrefdo Gurgel para tirar o delegado Aderson de Caraúbas, mas não foi atendido o seu pedido. Ao comentar para o Governador que um dos dois morreria. O Monsenhor aconselhou que ele vendesse o revólver e comprasse um rosário. Antonino saiu mais revoltado dali e respondeu ao Monsenhor que ia comprar era mais munição para op revólver e já saiu de lá rompido com o Governador. Antonino voltou para Caraúbas enfurecido e, diante do não do Governador, só falava no ódio que sentia pela política local, e do Monsenhor que era primo de sua esposa e primo da esposa do seu irmão Raimundo Benevides. Falava que não via outra saída a não ser a de partir para o ataque. Não ouviu mais ninguém, estava do jeito que os adversários queriam. Talvez fosse a praga de Chica Cancão se repetindo pela segunda vez depois da morte de LUIZ CÂNDIDO falecido em 19 de outubro de 1962.
Eram decorridos 9h30, do dia 17 de outubro de 1967, quando irmão de Antonino, senhor Raimundo Benevides encontrava se com o sargento Aderson em frente a farmácia do senhor Hermes, tentando mais um acordo, quando Antonio Benevides foi chegando e dizendo: “Meu irmão você ainda esta falando com este cara sacana?”. O delegado disse: “Calma Antonino, eu não quero brigar com você!. Antonino puxa o revólver e dá três tiros em Aderson que, mesmo baleado, corre para dentro do mercado público, se apóia em uma pilastra e saca o revólver. Antonino ao entrar no mercado, sem ver onde o sargento estava escondido, foi atingido por um único tiro bem abaixo do olho direito e caiu morto no chão no mesmo instante. Depois disso, o sargento delegado saiu do mercado e ao ver Raimundo Benevides (irmão de Antonino), gritou: “Seu Raimundo me socorra! Me ajude! Raimundo Benevides pegou o sargento e o colocou num carro (Jeep) e pede que o levem para a Maternidade Elisa Simões. Depois Raimundo Benevides vai para o mercado a procura do irmão e o encontra morto. Já não pode fazer nada. Raimundo Carneiro, primo e cunhado de Antonino, vin há chegando de sua fazenda tirou direto para a maternidade e de arma na mão, entrou pelos corredores da maternidade procurando onde estava o sargento. As pessoas correndo, só o médico e a diretorra, Dona Nanete, ficaram e falaram para ele que o sargento já havia sido transferido para Mossoró.
O 2º sargento da Marinha Raimundo Benevides Sobrinho, conhecido popularmente por MUNDINHO, solicitou transferência do Rio de Janeiro para Natal e na cidade fez todo o levantamento da vida e dos passos do sargento Adesron Pires, que foi morto no dia 17 de outubro de 1970, com vários tiros desfechados pelos mesmbros da família: FRANCISCO CARNEIRO, MAURÍCIO CARNEIRO, por CARNEIRINHO, irmão de Maurício, no bairro do Tirol, em Natal. Maurício e Carneirinho, depois do crime, voltaram para Caraúbas, mas não deu para Mauricio morar nessa cidade porque todas as suspeitas caíram mesmo para ele. Ninguém deu importância para Carneirinho porque o mesmo era do tipo paz e amor, irmão, um cigarrinho e tudo bem. A sua participação no crime foi de acompanhar Maurício, que há cinco anos namorava sua prima Vilani, filha de Antonio. Maurício para não ser preso, fugiu para Brasília/DF e morou lá um tempo e depois foi morar no Rio de Janeiro. Em 18 de maio de 1982 participou do assalto dos 94 milhões de cruzeiros, dinheiro da emergência, tendo sido preso e conduzido para Penitenciária João Chaves, em Natal e em 26 de janeiro de 1986, numa rebelião seguida de fuga foi assassinado.

JORNALISTA FRANCISCO WAGNER BESSA PESSOA

12/05/2007 – O jornalista Francisco Wagner Bessa Pessoa, proprietário do jornal O TABULEIRENSE, editado na cidade de Tabuleiro Grande-RN, foi assassinado com vários golpes de faca-peixewira, desferida pelo indivíduo A ltair Pereira de Paiva, 20 anos, sem profissão. O crime aconteceu no bar Subterrâneo, localizado na Praça Central, por volta das 23 horas, quando a vítima encontrava-se sentado em uma mesa, tomando uma cerveja, quando o corpo caiu da mão do jornalista e o cujo líquido atngiu a perna do acusado, sendo o motivo suficiente para iniciar uma questão, depois de discutirem por duas vezes e graças à interfevenção de terceiros os ânimos serem acalmados, Vagner Bessa seguiu para sua casa, e na calçada, foi surpreendido pela ação violenta de Altair Pereira, munido de uma faca-peixeira, que, desfiriu vários goles contra o adversário

ELINALDO SIMÃO PEREIRA

10/04/2006 – O agropecuarista Elinaldo Simão Pereira, 43 anos, irmão dos doutores Aguinaldo Pereira e João Pereira, ambos assassinados, foi assassinado pela manhã na cidade de Pau dos Ferros. Ele havia ido até a Pousada Parque das Serras visitar uma namorada, num veículo tipo pampa. Dois homens em uma moto, com capacete, alvejaram Elinaldo com vários disparos, sem chance de defesa. A vítima chegou a correr dez metros, mas caiu após vários disparos.
Elinaldo Pereira

COMERCIANTE VILSON CUSTÓDIO DIÓGENES

23/03/1996 – o comerciante Wilson Custódio Diógens, foi encontrado morto na cozinha de seu apartamento, situado na Rua Cel. João de Brito, na cidade de Apodi, com 3 punhaladas nas costas. O corpo foi localizado pela sua filha mais nova, Evilmar Diógenes, casada com o saudoso comerciante Titico de Chavinha

EX-PREFEITO RAIMUNDO AMORIM FERNANDES


25/02/1993 – Rixa entre famílias acabou na morte do ex-prefeito de Caraúbas Raimundo Amorim Fernandes, o Zimar, que foi morto nessa data com vários tiros desfechados pelo menor Emerson Carneiro, este filho de Tico Carneiro. O motivo desse homicídio originou-se de uma rixa criada por Zimar com Dr. Benevides, quando não apoiou para sucede-lo nas eleições municipais de 1988, como ficara acordado em 1982, ocasião em que Doutor Benevides foi um dos principais responsáveis pela vitória de Zimar Fernandes. Esta teria sido uma segunda etapa da rixa entre as famílias Carneiro e Fernandes. A primeira etapa da rixa entre essas famílias pela disputa do poder, teria ocorrido no ano de 1981, quando o vereador e presidente da Câmara Municipal de Caraúbas, Nero Nazareno Fernandes, foi assassianado com 36 tiros re revólver calibre 38. Membros da família Carneiro assumiram o crime.

PROFESSOR ISAU ALVES DE GÓIS

29/01/2005 -O professor estadual Isau Alves de Góis, 51 anos, , foi assassinado com cinco facadas desferidas pelo indivíduo Francisco Fransueldo Leite da Silva. 35 anos, feto registrado por volta das 14 horas no cabaré de Tânia. Vítima e acusado bebiam juntos, e começaram uma discussão, os dois trocaram insultos até que partiram para o combate corporal. Isaú sofreu cinco facadas e veio a óbito no local.

ASSASSINATO DO ADVOGADO ANTONIO BENEVIDES FILHO

13/01/1992 - ocorreu o assassinato do advogado Antônio Benevides Filho na cidade de Caraúbas, conhecido popularmente por Antonino Carneiro, era filho de Antonio Benevides Carneiro e Maria da Luz Gurgel. Foi assassinado por 3 homens desconhecidos às 19h30, com um tiro de espingarda calibre 12mm e 2 tiros de revólver calibre 38. O crime aconteceu quando a vítima estava em sua residência assistindo televisão.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

FRANCISCO FERREIRA PINTO - II - V - MCMXXXIV


Natural de Apodi-RN, nascido a 17 de abril de 1895, filho de CASSIMIRO FERREIRA PINTO e de VICENCIA GOMES DE OLIVEIRA. Foi o mais habilidoso Político do Apodi em todos os tempos. Foi eleito várias vezes deputado estadual e presidente da Intendência Municipal. Foi eleito o primeiro prefeito Constitucional de Apodi, no dia 2 de setembro de 1928, vencendo seu opositor na pessoa do Coronel Tilon Gurgel do Amaral, obtendo a consagradora votação sob o total de 694 votos. Tomou posse no dia lº de janeiro de l929, cujo mandato foi Interrompido em 9 de outubro de l930, devido A resolução de 1930.No ano de 1927 foi preso, por um grupo de Cangaceiros que veio ao Apodi com finalidade de Assassina-lo, por questões de ordem Política surgidas pela passagem da eleição do Primeiro prefeito apodiense,no mês de julho de l933 foi Intimado a comparecer à presença do REPRESENTANTE do Interventor MÁRIO CÂMARA, em APODI, BENEDITO SALDANHA para justificar supostas críticas por ele feitas, ao sistema de Governo que estava sendo adotado no Estado,ficando Preso numa das celas da cadeia pública de Apodi. Casou-se em 20 de setembro de 1913 com MARIA SOLOME DIÓGENES PINTO, filha do Major Francisco Diógenes Paes Botão e Antonia Zenóbia Ferreira Pinto, a qual foi a primeira eleitora apodiense, inscrita em 1928 e residia na Rua Nossa Senhora da Conceição, na casa próximo a Casa Paroquial
No dia 2 de maio de 1934, foi assassinado no seu próprio lar, quando se recolhia para dormir.

Quem sou eu

Minha foto
ESTE É O 9º BLOG DO PORTAL OESTE NEWS, CRIADO PELO STPM DA RR PM JOTA MARIA, DA GLORIOSA E AMADA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

TERRAS POTIGUARES NEWS

TERRAS POTIGUARES  NEWS
O QUE VOCÊ QUER PESQUISAR, VOCÊ ENCONTRA EM UM ÚNICO LOCAL, NO "PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS", A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DE MINHA QUERIDA E AMADA TERRA POTIGUAR, COM 16 BLOGS, 1400 LINKS, DOIS ORKUTS, UM YOUTUBE, UM FACEBOOK,UM TWITTER, UM MSN E UMA PÁGINA MUSICAL, TOTALIZANDO 1422 ENDEREÇOS ELETRÔNICOS NA WEB. CRIADO A XXVIII - XII - IIMM, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR # 100 % NORTE-RIO-GRANDENSE. ACESSE E CONFIRA!

Minha lista de blogs